sentimentos, compras e viagens

Desafios da Vida Adulta

by

A vida começa confusa, não sabemos direito quem somos, pra onde vamos e quem são as pessoas que certamente irão nos acompanhar durante boa parte da nossa jornada. Aos poucos as coisas começam a fazer mais sentido, você se encontra no meio em que vive, vai pra escola durante anos, faz amigos e está super acostumado com a rotina de ser você. A escola acaba, começa outro grande conflito, qual caminho devo seguir? qual profissão escolher? – você escolhe, e torce pra que dê tudo certo.

Não foi diferente comigo, eu escolhi a minha profissão logo que saí do ensino médio, passaram-se algumas opções na minha mente, mas confesso que não poderia ter escolhido algo melhor. Publicidade é atualmente a minha alma, não me vejo trabalhando com nada muito diferente disso. E me considero sortuda por ter estudado algo que me identifico tanto, mas devo admitir, foi sorte. Eu quase estudei História, Jornalismo e pensei até em psicologia. A comunicação é algo muito forte em mim, sou muito expressiva, muito sensível e preciso me expressar.

Desde quando escolhi ser publicitária passaram-se alguns anos (quase 9 pra ser mais exata) e desde sempre quis trabalhar na minha área, meus estágios sempre me geraram contratação, eu gostava de ficar muito além das 6 horas estipuladas e queria aprender tudo que eu pudesse trabalhando. A faculdade foi muito importante, li muitas coisas, passei por algumas matérias que certamente não teria oportunidade de aprender no trabalho, e realmente foi muito bom aprender todas as coisas que me passaram ali. Foi um tempo de muita correria, eu passava o dia nos estágio, pra faculdade a noite e por muitas noites chegava e ainda ia fazer trabalhos/estudar. Acho que é a fase da minha vida que mais me orgulhei de mim, era muito sozinha, mas muito dedicada, eu sabia muito bem onde queria ir com aquilo e fui até me formar.

Hoje tenho certo orgulho de trabalhar com que trabalho, sou atendimento desde que comecei a minha carreira e como sempre digo, eu não escolhi ser atendimento, a profissão é que me escolheu. Eu tenho perfil de agradar as pessoas, de tentar entregar o melhor de mim, não só com os clientes mas principalmente com os criativos. Obedeço quem paga a conta, e tenho prazer enorme em entregar aquilo que se pede. Ainda tenho muita coisa pra aprender,  entender a cabeça humana de fato é algo bem complexo, mas graças a Deus tenho ido bem nessa parte. Só peco ainda em ser muito sensível,  mas sei lá, tenho aprendido me respeitar, sem cobrar que eu seja perfeita. Entendo principalmente que antes de qualquer coisa , sou humana e não um robô. Acho que cada vez mais as empresas devem ter essa consciência, pra mim quando mais agradável o local de trabalho for, mais vontade de ficar lá eu terei. Trabalhar é muito bom, muito gostoso, ver o resultado das coisas que você faz é um prazer inenarrável, muitas vezes digo que é melhor que o salário. E é mesmo. Espero que cada vez mais eu encontre lugares humanos, onde eu possa compartilhar experiências profissionais e pessoais, onde eu possa crescer sendo eu mesma. E estou escrevendo isso como uma carta pro futuro, pra caso um dia me sinta 100% realizada em algum lugar (acho meio impossível, but i keep trying).

1 Comment on Desafios da Vida Adulta

  1. talita
    30/06/2017 at 09:12 (3 semanas ago)

    você é tão bonita, fala das coisas com tanto amor e doçura. eu gosto isso.

    Responder

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *